quinta-feira, 17 de junho de 2010

QUE VERGONHA RAPAZES!

2 Julho . 21h45

A melhor forma de definir Que Vergonha Rapazes é pela negativa: não é uma peça de teatro, apesar de, no palco, um actor interpretar textos; não é um recital ou uma declamação pública de poemas, apesar de se ouvirem as palavras de Bocage, Mário-Henrique Leiria, Cesariny, Alberto Pimenta, Alexandre O’Neill, Miguel Esteves Cardoso entre muitos outros; não é um espectáculo de variedades, apesar de uma pessoa falar a partir do que escreveu uma outra quantidade de pessoas para uma nova quantidade de pessoas ouvir. No fundo, “Que Vergonha Rapazes” tem tudo a ver com “palavras, palavras, palavras”. Estas palavras fazem-nos rir, mas também ranger os dentes; foram extraídas de uma antologia do humor português (organizada, em 2008, por Nuno Artur Silva e Inês Fonseca Santos). Tudo se mistura para se transformar num espectáculo que só mesmo em cena se irá perceber o que é.
M/16 anos
Direcção e Interpretação - Miguel Guilherme
Textos - a partir de antologia do humor português organizada por Nuno Artur Silva e Inês Fonseca Santos
Produção - UAU
Bilhete: 10.00€

Sem comentários: