segunda-feira, 20 de julho de 2009

Um mundo muito próprio - Tributo a Buster Keaton

Teatro de rua
7 Agosto . 21h45


Neste curto tributo damos entrada no mundo surreal de Buster Keaton. As memórias dos filmes mudos, voltam à vida subitamente, como que empurradas, por um par de escadotes, umas roupas e um banco de piano, e são recriadas numa inesperada e estrambólica tentativa de regresso à “idade de ouro do cinema. Dos seus jogos e duelos com objectos e situações reais, este acrobata do cómico saia sempre vitorioso. Keaton estendeu os limites do cómico, e daquilo que veio a ser o “novo clown”, o clown físico.
Corda Bamba

Envolvente Paços da Cultura

sexta-feira, 10 de julho de 2009

2º Mostra de Curtas Metragens



16 . 17 . 18 Julho . 21h30

A “CURTA” é uma mostra de curtas-metragens, que visa estimular o gosto pela sétima arte e incentivar jovens talentos a apresentar os seus trabalhos publicamente. No dias 16, 17 e 18 de Julho, pelas 21h30, no auditório dos Paços da Cultura de S. João da Madeira, serão projectadas diversas curtas-metragens de todo o país. Este ano, a “CURTA” oferece, no último dia, workshops gratuitos relacionados com o tema. O filme «Azeitona», realizado por alunos do Mestrado em Cinema-Realização da Universidade da Beira Interior (UBI) e que conta com actores conhecidos do grande público, vai abrir a “CURTA”. A organização é da responsabilidade da «Teia dos Sentidos – Associação Cultural», que conta com o apoio da Câmara Municipal de S. João da Madeira. Destaca-se ainda a presença, no último dia, da realizadora Raquel Freire que consolidou a sua carreira com o filme «Rasganço» – uma crítica à praxe académica. A “CURTA” faz parte do programa do AECI (Ano Europeu da Criatividade e Inovação 2009) em Portugal.

Programa
Dia 16
21h30 - Abertura oficial da II Mosta de Curtas – A Curta

21h45 - Apresentação da Curta “Azeitona” 35’’
22h20 - Apresentação de Curtas

Dia 17
21h30 – Apresentação de Curtas

Dia 18
10h00 – Auditório dos Paços da Cultura Workshop de Iniciação ao Guionismo Iniciação ao Guionismo através de uma estrutura narrativa em 3 actos. Para consolidação do workshop será apresentado o filme “Adaptation” do realizador Daniel Algrant.
Público-alvo: maiores de 16 anos

10h30 Workshop de Pinhole O Pinhole é uma máquina fotográfica sem lente que produz fotografias muito económicas e simples pois utiliza apenas uma caixa em que a luz não penetra. Público-alvo: maiores de 8 anos

Workshop de Cianotipia
A Cianotipia é um sistema de impressão negativo-positivo. Foi inventado em 1842 por Sir John Herschel, baseando-se na descoberta que determinados sais de ferro eram sensíveis à luz. Público-alvo: maiores de 8 anos

14h30 – Salade Formação Paços da Cultura Workshop - WEBDOC Este Workshop tem a singularidade de permitir aos seus participantes realizarem pequenos documentários que posteriormente serão divulgados na Web. Para além da criação dos exercicios documentais, o Workshop abordará a realização cinematográfica de documentário desde as suas raizes até aos mais recentes desafios criados pelas tecnológicas, que impõe uma nova linguagem documental é a utilização de ferramentas de divulgação, como é o caso da WEB 2.0. O workshop será coordenado por Gustavo Ribeiro, mestre em Televisão e Argumento pela Universidade Católica Portuguesa. Realizador e produtor de diversos decumentários, com destaque para o Filme “Acesso Rerservado” realizado em São João da Madeira, recentemente premiado com uma menção honrosa do júri PrimeirOlhar Cineclubes dos Encontros Viana 2009.
Público-alvo: maiores de 16 anos

15h00 Workshop de Pinhole
O Pinhole é uma máquina fotográfica sem lente que produz fotografias muito económicas e simples pois utiliza apenas uma caixa em que a luz não penetra. Público-alvo: maiores de 8 anos Workshop de Cianotipia A Cianotipia é um sistema de impressão negativo-positivo. Foi inventado em 1842 por Sir John Herschel, baseando-se na descoberta que determinados sais de ferro eram sensíveis à luz.
Público-alvo: maiores de 8anos

16h45 Apresentação do Filme “O Rasganço” da realizadora Raquel Freire
Coimbra, a mais complexa de todas as personagens, conta a história: Eu não sou só uma cidade. Sou uma estufa. Uma reserva natural para estudantes, onde eles vivem em plena liberdade. Sou uma espécie de doce, entre a adolescência e a idade adulta. Mas só para os que puderam estudar. Os melhores. Eles sabem que são uma elite. Uma manhã de Janeiro chegou um homem. Apaixonou-se por mim e pelas minhas mulheres. Tolo, não percebeu que EU não sou para quem quer, mas para quem pode; e que o amor não abre as minhas velhas portas.
Público-alvo: maiores de 16 anos

21h30 Apresentação de Curtas
Sessão de encerramento com a cineasta Raquel Freire

NOTA: Todas estas actividades decorrem nos espaços dos Paços da Cultura de S. João da MadeiraAs inscrições nos workhops devem ser enviadas para o geral.teiadossentidos@gmail.com até ao próximo dia 17 de Julho.

quarta-feira, 8 de julho de 2009

De que falamos quando falamos de arte contemporânea?



A Câmara Municipal de S. João da Madeira e a Fundação de Serralves convidam V. Ex.a para a inauguração da exposição "De que falamos quando falamos de arte contemporânea?", no próximo dia 10 de Julho, sexta-feira, pelas 18h30, no Largo de Santo António em S. João da Madeira.

Patente ao público até 22 de Julho.