quarta-feira, 8 de abril de 2015

ESTÓRIA DO TAMANHO DAS PALAVRAS: TEATRO INFANTIL | PAÇOS DA CULTURA | 13 JUNHO | 15H30

O Paços da Cultura apresenta "ESTÓRIA DO TAMANHO DAS PALAVRAS", no próximo dia 13 de Junho, pelas 15h30.





Numa Biblioteca onde os livros são as casas das palavras, vive uma família: A mãe Palavra, a filha Palavrinha e o pai Palavrão. Eles moram num livro antigo, que por ser já muito velho, está a cair de podre e necessita de obras. Mas os autores só fazem obras para livros novos. A novidade é que existe nessa Biblioteca um Papão, o Bicho-da-Prata, mais conhecido como

o Papa-livros, que se alimenta de palavras e devora todos os livros, fazendo a vida negra às palavras que lá vivem. Mas um dia, a bibliotecária recebe um telefonema de um autor muito famoso que anda a procura de palavras para o seu novo livro. É a oportunidade para a família de palavras mudar de vida. Só que o famoso autor, armado em vedeta, escolhe a Palavra, a Palavrinha, mas exclui o Palavrão do seu novo livro. Será que mãe e filha abandonarão o marido e pai Palavrão em troca
da casa nova?
Uma história do tamanho das palavras, onde o amor, o medo e a injustiça social confundem-se entre o bem e o mal, numa divertida reflexão sobre os afetos e os valores éticos na sociedade atual.


Um espetáculo de promoção do livro e da leitura, que promove, acima de tudo, o ser humano, através das palavras.

Thomas Bakk (autor)

CRIANÇAS - 4 €
| ADULTOS - 2,5 €

Bilhetes desde €2,5 aqui, lojas FNAC, CTT, 8a Avenida (Worten) El Corte Inglês, Paços da Cultura e Casa da Criatividade.

sábado, 4 de abril de 2015

PALCOS E CENAS - 10 ABRIL - 21H30

Caros(as) amigos(as),

É com enorme prazer que o(a) a convidamos para mais uma sessão, no âmbito do ciclo de encontros Palcos e Cenas, com Luís Portelachairman da Empresa Bial, com o tema DESENVOLVIMENTO: do Económico ao espiritual.


10 Abril. 21h30
DESENVOLVIMENTO: do Económico ao espiritual

A Escola Secundária Serafim Leite, no âmbito do projeto Espaço Aberto e em parceria com o Município de S. João da Madeira, promove um serão subordinado ao tema espaço, com Luís Portela, da Empresa Bial.

Luís Portela começará por contar a sua história profissional. Abordará ainda a necessidade de os portugueses fazerem do desenvolvimento económico a sua grande prioridade para os próximos anos. Como conseguir transferir o conhecimento acumulado nas Universidades e nos institutos de investigação para novos produtos e novos serviços, que sejam competitivos à escala global.Finalmente, classifica a Terra como um mundo-escola, onde vimos para aprender, sendo cada um responsável pelos seus pensamentos, pelas suas palavras, pelos seus atos e, afinal, por tudo o que lhe acontece. Nessa perspetiva, aborda como podemos colocar o nosso pensamento ao nosso serviço, possibilitando-nos um grande desenvolvimento espiritual.
Inserida no ciclo de encontros “Palcos e Cenas”, a sessão está marcada para 10 de Abril, às 21h30, no auditório dos Paços da Cultura. A entrada é gratuita, mediante levantamento de bilhete.


M 12 anos
Duração: 90 m
Entrada Gratuita

quinta-feira, 19 de março de 2015

DENISE ENCERRA PEREGRINAÇÃO POÉTICA

A Peregrinação Poética deste ano, na zona pedonal da cidade, encerra com um concerto de Denise. É no fértil e esplendoroso universo da soul que Denise mergulha para trazer a sonoridade da sua música à tona.
Ao vivo, Denise faz-se acompanhar por um DJ, um formato apoiado noutra das suas referências: o hip hop, pelas 23h30, na zona dos bares!


terça-feira, 17 de março de 2015

MUSICATOS | 28 MARÇO | 21H30| PAÇOS DA CULTURA| ENTRADA GRATUITA

Caros(as) amigos(as),
É com enorme prazer que o(a) a convidamos, bem como a toda a sua família, para o Recital de Trompete com Jorge Almeida, acompanhado ao piano por Tomás Matos,no âmbito do Musicatos.
  

28 Março | 21h30
Musicatos 2015
Recital de Trompete com Jorge Almeida, acompanhado ao piano por Tomás Matos
ENTRADA GRATUITA


Nascido a 29 de Agosto de 1971, no concelho de Santa Maria da Feira, Portugal, Jorge Almeida inicia os seus estudos musicais aos onze Anos de idade, no Conservatório de Música de São João da Madeira, tendo como professores, Fernando Baptista e José Macedo, ambos instrumentistas na antiga Orquestra da Rádio Difusão Portuguesa. Todo este primeiro percurso musical foi-lhe atribuída uma bolsa de estudos pela Fundação Calouste Gulbenkian.  
Em 1987 ganhou o primeiro prémio para jovens solistas, em nível médio, no concurso  Juventude Musical Portuguesa a nível Nacional. Prosseguindo os seus estudos, terminou o 8º Grau de Trompete obtendo a classificação de 18 Valores.
Em 1993, por concurso público é-lhe atribuído o posto de Subchefe músico e chefe de naipe dos trompetes da Banda Sinfónica da Polícia de Segurança Pública. Em 1995, iniciou os seus estudos Superiores na Academia Nacional Superior de Orquestra, no Curso Superior de Instrumentistas de Orquestra, tendo como professores Douglas Stephenson, David Burt, Robert Chambers e Philip Navat.
Na mesma escola e no decorrer dos seus estudos musicais, foi convidado pelo Diretor artístico da Orquestra Metropolitana de Lisboa, Maestro Miguel Graça Moura , a ocupar temporariamente o lugar de Solista B, vindo mais tarde a ganhar o lugar, por concurso Internacional. No decorrer da sua estada nesta instituição, lecionou as Disciplinas de Pedagogia do Instrumento e Música de Camera como Professor convidado. Em 1998 ganhou o Concurso Internacional para o lugar de Coordenador de naipe dos trompetes, na Orquestra Sinfónica Portuguesa do (Teatro Nacional de S.Carlos), onde ainda hoje, é elemento integrante da mesma.  
Em paralelo com a atividade de Instrumentista de Orquestra, desenvolve, também, atividades como a de Pedagogo do Instrumento nas Universidade de Aveiro e no Instituto Piaget de Almada.
Jorge Almeida, também tem desenvolvido uma carreira como Solista, destacando-se nos mais diversificados géneros e estilos musicais, nomeadamente no clássico, contemporâneo, Jazz e Pop.
A convite da Fundação Orquestra Estúdio Capital Europeia da Cultura 2012, Guimarães, integrou o júri do concurso Internacional, à seleção dos candidatos ao naipe dos metais.
Esteve presente no ITG 2012 nos EUA, dando expressão em concertos como diretor artístico, com o grupo de trompetes MATES GANG, todos eles seus alunos.
É artista Internacional YAMAHA, como tal, tem dado concertos, conferências Internacionais e tocado com grandes nomes do trompete como: Alen Vizutti, Rex Richardson, Gabriel Cassone, Adam Rapa entre outros.
Tomás Matos, entrou no Conservatório de Música de Aveiro no ano de 2008, na classe da Professora Patrícia Sousa. Participa regularmente em audições de classe e interdisciplinares, concertos e concursos internos, nacionais e ibéricos, tais como: Concurso Florinda Santos 2010 – 1º prémio ex aequo; Concurso Marília Rocha 2010 – 1º prémio; Concurso Internacional de Música Cidade do Fundão 2010 – 1º prémio; XIII Concurso de Piano Ria de Vigo 2011 – Prémio Honorífico; Concurso Internacional da Cidade de Almada 2012 – 2º prémio; 14º Concurso Internacional Sta. Cecília – 1º prémio; Concurso Internacional de Paris Alexander Scriabin - 1º prémio, entre outros. Participou também nos Dias da Música no CCB e em intercâmbios entre Conservatórios de Música.
Como prémio do XIII Concurso de Piano Ria de Vigo, gravou as obras do concurso, para um CD promocional do Concurso. Em 2011, participou ainda num concerto comentado por António Pinho Vargas, tocando peças do compositor, da obra Dinky Toys, no Teatro Aveirense, num Concerto Promenade.  Em 2011, foi pianista convidado pela Banda Sociedade Imparcial 15 de Janeiro 1898 de Alcochete, interpretando as obras “Rapsody in Blue” de Gerschwin e “Danzón” de Arturo Marquez. Realizou o seu primeiro recital, no Conservatório de Música Calouste Gulbenkian – Aveiro, a 11 de maio de 2012. Ainda no mesmo ano, foi convidado a realizar o mesmo recital no Museu de Santa Joana, em Aveiro. Também foi convidado pela Banda da Branca para ser o solista da obra "Rhapsody In Blue" de Gershwin. Em 2013 realizou recitais em São João da Madeira, Vila Praia de Âncora e Teatro do Campo Alegre. Em 2014 realizou 3 recitais com a violoncelista Mara Lobo.
Tem participado também em Masterclasses com Fausto Neves, Jimmi Lee, Olga Pratts, Jaime Mota, Constantin Sandu, Álvaro Teixeira Lopes, Sergei Covalenco e Carles Lama.
Faz parte da classe de Piano da Professora Florence Lobo e do Professor Álvaro Teixeira Lopes desde o ano letivo 2011/2012.

SERÃO POÉTICO | ANTÓNIO CAPELO E ANA ISABEL DIAS | PAÇOS DA CULTURA | 21 MARÇO | 21H45

Caros(as) amigos(as),
É com enorme prazer que o(a) a convidamos para o Serão Poético, com o ator António Capelo e a harpista Ana Isabel Dias no próximo dia 21 de Março, sábado, pelas 21h30, no auditório do Paços da Cultura.



 




​ 

Nomes da cultura dão voz às palavras dos poetas em restaurantes, fábricas e nos espaços culturais de S. João da Madeira, ao longo da Campanha Poesia à Mesa, que decorre de 13 a 27 de março.

Esta Campanha, que irá homenagear os poetas Álvaro de Magalhães, Ana Marques Gastão, Inês Fonseca Santos, Mário Cláudio, Manuel Bandeira e José Régio, tem como convidados especiais os atores António Capelo e Joaquim Nicolau.

Durante a campanha, os rostos estilizados dos seis poetas homenageados e versos da sua autoria percorrem a cidade, impressos em toalhetes de mesa, sacos de pão, bases de copos, bases de chávenas, aventais e lápis.

Este é um evento que convida a estar à mesa com Poesia, daí que não faltem sessões de declamação em diferentes restaurantes de S. João da Madeira. Uma iniciativa que chega também a fábricas e instituições envolvidas noutro projeto de referência na cidade: os Circuitos Pelo Património Industrial.

O ator António Capelo e a harpista Ana Isabel Dias pisam o palco, pela primeira vez, do paços da Cultura, para mais uma noite de poesia contagiante, conduzida por Pedro Lamares.


Todas as idades
Duração: 90m

Bilhetes de €2 aqui, lojas FNAC, CTT, 8a Avenida (Worten) El Corte Inglês, Paços da Cultura e Casa da Criatividade.

terça-feira, 2 de setembro de 2014

Ciclo “Industrial – Uma cidade em 30 anos”

Ciclo “Industrial – Uma cidade em 30 anos”

S. João da Madeira assinala, em 2014, os 30 anos da sua elevação a cidade com o ciclo “Industrial – Uma cidade em 30 anos”.
O evento é comissariado pelo jornalista sanjoanense Amílcar Correia e pretende reflectir sobre a história de S. João da Madeira – em especial das últimas três décadas – abrindo janelas sobre o futuro da cidade.
O título deste ciclo remete para o facto de a afirmação de S. João da Madeira ser, como diz Amílcar Correia, indissociável da sua industrialização: “Não há, porventura, outra cidade no país que possa reivindicar para si esse estatuto de cidade industrial”.
Com este ciclo – explica ainda o comissário – “pretende-se que a cidade fale sobre si mesma, seja com o olhar de quem nela nasceu ou viveu e agora a perceciona de fora”.
O ciclo “Industrial – Uma Cidade em 30 Anos” decorre de 5 de setembro até perto do final do ano, com uma programação em que predominam diversas conferências temáticas, mas que inclui igualmente exposições, música e cinema.





PROGRAMA

05 de Setembro, 21h30 - Conferência «Como é que a indústria resiste à crise?


Local: Cartonagem Trindade


19 de Setembro a 05 de Novembro – Exposição «Retrospectiva» do artista plástico José Emídio

Local: Paços da Cultura


23 de Setembro, 21h30 - Conferência «Qual é o papel do design nas estratégias de sucesso das empresas?»

Local: Oliva Creative Factory


03 de Outubro, 21h30 - Conferência «Quais são os segredos do sucesso?»

Local: Local: Paços da Cultura


11 de Outubro, 21h30 -  Concerto Sensible Soccers + Prana | Sessão DJ

Local: Casa da Criatividade


17 de Outubro, 21h30 - Conferência «De que precisam as marcas para sobreviver?»

Local: Local: Museu da Chapelaria


31 de Outubro, 21h30, Conferência «O que é que a ciência pode fazer pelas cidades?»

Local: Escola João da Silva Correia


07 de Novembro a 07 de Dezembro – exposição «Marcas de Memória: Oliva, Sanjo e Viarco»

Local: Garagem de S. João (Ouro)/Sala dos Fornos da Oliva


07 de Novembro, 21h30 - Conferência «Existe qualidade de vida nas nossas cidades?»

Local: Salão Nobre da Câmara Municipal


15 de Novembro, 21h30 - André Gil Mata: retrospectiva

Local: Paços da Cultura


quarta-feira, 16 de julho de 2014

Pela primeira vez, os Sanjoanenses vão poder apresentar e escolher projectos que serão depois executados pela Câmara Municipal.
A este processo democrático participado chama-se Orçamento Participativo e, através dele, os cidadãos, que têm uma relação com o Concelho, decidem o destino de uma parte dos recursos públicos do Município.
Pretende-se assim criar condições para uma maior aproximação das políticas públicas às reais expectativas e necessidades dos cidadãos e ao mesmo tempo potenciar o exercício de uma cidadania participada, ativa e responsável.

O Orçamento Participativo do Município de S. João da Madeira assenta num modelo de caráter deliberativo, sendo dividido em duas fases: uma primeira fase em que os cidadãos são convidados a apresentar as suas propostas de investimento (até 25 de Julho) e uma segunda fase onde os cidadãos decidem através de votação (22 de Setembro até 6 de Outubro), as propostas vencedoras a incluir no Orçamento Municipal do ano seguinte.

A participação no Orçamento Participativo está aberta a todos os cidadãos maiores de 16 anos de idade, residentes, trabalhadores ou estudantes no concelho de S. João da Madeira.
Cada cidadão pode apresentar uma proposta e votar uma vez.

A participação dos cidadãos é assegurada através de duas formas distintas: on-line, através de meios digitais disponíveis na página da internet do município, e por via presencial, através das Assembleias Participativas.
As próximas assembleias participativas são:
- hoje, 16 de Julho, às 21h00, no JI das Travessas
- 17 de Julho, às 21h00, na EB1 do Parrinho
- 22 de Julho, às 21h00, EB1 do Parque
- 24 de Julho, 21h00, nos Paços da Cultura




Não deixe, por isso, de participar. A sua opinião, a sua ideia ou o seu projecto podem ajudar a melhorar a nossa cidade.


quinta-feira, 9 de janeiro de 2014

MUSICATOS 2014 - PAÇOS DA CULTURA

Musicatos 2014, com Oksana Kurtash, num recital de violino acompanhada ao piano por Natalia Riabova.
  



Nascida a 13 de Julho de 1991 na Ucrânia, Oksana Kurtash é uma jovem Sanjoanense que tem singrado desde muito cedo.

Começou os seus estudos musicais aos 6 anos de idade na escola de música Volodymyr Ivassyuk (Ucrânia). Desde então que participou em vários concursos a nível nacional tendo ganho vários prémios. Em 2005 concluiu o curso de violino dessa mesma escola com a mais alta classificação em violino, piano, formação musical e história da música. Nesse mesmo ano veio para Portugal continuando os seus estudos musicais na Academia de Música de São João da Madeira na classe de violino do professor Richard Tomes, e ainda para escola secundária Dr. Serafim Leite, escola onde concluiu o 12º ano em ensino articulado. Em 2006 e 2007 participou no concurso Santa Cecília (Porto) tendo ganho 2º prémio em ambos. Ainda em 2007 participou no concurso Paços Premium, tendo ganho 3º prémio.  No ano lectivo 2006/2007 foi solista da Orquestra de Câmara da Academia de Música de São João da Madeira.
                                          
Em Novembro de 2008 passou para Academia de Música de Paços de Brandão, continuando os seus estudos musicais na classe de violino do professor Augusto Trindade.
                                          
Em 2010 concluiu o 8º grau de violino e continuou os seus estudos de violino na Escola Superior de Artes Aplicadas do Instituto Politécnico de Castelo Branco na classe de violino dos professores Augusto Trindade e Alexandra Trindade. Em Novembro de 2012 foi selecionada para fazer parte da Orquestra Mundial. Em Junho de 2013 concluiu a licenciatura em performance de violino na mesma escola, e ingressou para o 1º ano de mestrado em ensino de música no mesmo local.
                                          
Durante o seu percurso realizou masterclasses com David Loyd, Augusto Trindade e Zofia Wóycicka. Para além disso trabalhou com maestros como Rui Massena, Josep Vincent, Pedro Carneiro,  Mauruccio Dini Diacci, Pedro Neves, Luís Carvalho, Rui Pinheiro, entre outros. Foi convidada para tocar em várias orquestras, entre elas a orquestra formada para a 2ª edição do Concerto de Natal da RTP1 dirigida pelo Rui Massena.

Em 2008 abraçou projecto Roxxy M, que continua até hoje. Tendo sido uma ideia do Paulo Moisés Soares, o projeto foi criado pela dupla Moisés/Oksana. Neste momento conta com atuações em Portugal, Suíça, Luxemburgo, Inglaterra, Holanda, França, Bélgica e Espanha.

Programa
 N. Paganini "Capricho nº9"
 M. Skoryk "Melodia"
C. Saint-Saens "Introdução e Rondo Capriccioso"

Intervalo

 C. Franck Sonata para violino e piano:
- "Allegretto bem moderatoo"
- "Allegro"
- "Recitativo-Fantasia"
- "Allegretto poco mosso"
 H. Wieniawski "Scherzo-Tarantelle"

 25 de Janeiro. 21h30
Oksana Kurtash, Violinista
M 12 anos
Duração: 60 m
Entrada Gratuita