terça-feira, 2 de setembro de 2014

Ciclo “Industrial – Uma cidade em 30 anos”

Ciclo “Industrial – Uma cidade em 30 anos”

S. João da Madeira assinala, em 2014, os 30 anos da sua elevação a cidade com o ciclo “Industrial – Uma cidade em 30 anos”.
O evento é comissariado pelo jornalista sanjoanense Amílcar Correia e pretende reflectir sobre a história de S. João da Madeira – em especial das últimas três décadas – abrindo janelas sobre o futuro da cidade.
O título deste ciclo remete para o facto de a afirmação de S. João da Madeira ser, como diz Amílcar Correia, indissociável da sua industrialização: “Não há, porventura, outra cidade no país que possa reivindicar para si esse estatuto de cidade industrial”.
Com este ciclo – explica ainda o comissário – “pretende-se que a cidade fale sobre si mesma, seja com o olhar de quem nela nasceu ou viveu e agora a perceciona de fora”.
O ciclo “Industrial – Uma Cidade em 30 Anos” decorre de 5 de setembro até perto do final do ano, com uma programação em que predominam diversas conferências temáticas, mas que inclui igualmente exposições, música e cinema.





PROGRAMA

05 de Setembro, 21h30 - Conferência «Como é que a indústria resiste à crise?


Local: Cartonagem Trindade


19 de Setembro a 05 de Novembro – Exposição «Retrospectiva» do artista plástico José Emídio

Local: Paços da Cultura


23 de Setembro, 21h30 - Conferência «Qual é o papel do design nas estratégias de sucesso das empresas?»

Local: Oliva Creative Factory


03 de Outubro, 21h30 - Conferência «Quais são os segredos do sucesso?»

Local: Local: Paços da Cultura


11 de Outubro, 21h30 -  Concerto Sensible Soccers + Prana | Sessão DJ

Local: Casa da Criatividade


17 de Outubro, 21h30 - Conferência «De que precisam as marcas para sobreviver?»

Local: Local: Museu da Chapelaria


31 de Outubro, 21h30, Conferência «O que é que a ciência pode fazer pelas cidades?»

Local: Escola João da Silva Correia


07 de Novembro a 07 de Dezembro – exposição «Marcas de Memória: Oliva, Sanjo e Viarco»

Local: Garagem de S. João (Ouro)/Sala dos Fornos da Oliva


07 de Novembro, 21h30 - Conferência «Existe qualidade de vida nas nossas cidades?»

Local: Salão Nobre da Câmara Municipal


15 de Novembro, 21h30 - André Gil Mata: retrospectiva

Local: Paços da Cultura


quarta-feira, 16 de julho de 2014

Pela primeira vez, os Sanjoanenses vão poder apresentar e escolher projectos que serão depois executados pela Câmara Municipal.
A este processo democrático participado chama-se Orçamento Participativo e, através dele, os cidadãos, que têm uma relação com o Concelho, decidem o destino de uma parte dos recursos públicos do Município.
Pretende-se assim criar condições para uma maior aproximação das políticas públicas às reais expectativas e necessidades dos cidadãos e ao mesmo tempo potenciar o exercício de uma cidadania participada, ativa e responsável.

O Orçamento Participativo do Município de S. João da Madeira assenta num modelo de caráter deliberativo, sendo dividido em duas fases: uma primeira fase em que os cidadãos são convidados a apresentar as suas propostas de investimento (até 25 de Julho) e uma segunda fase onde os cidadãos decidem através de votação (22 de Setembro até 6 de Outubro), as propostas vencedoras a incluir no Orçamento Municipal do ano seguinte.

A participação no Orçamento Participativo está aberta a todos os cidadãos maiores de 16 anos de idade, residentes, trabalhadores ou estudantes no concelho de S. João da Madeira.
Cada cidadão pode apresentar uma proposta e votar uma vez.

A participação dos cidadãos é assegurada através de duas formas distintas: on-line, através de meios digitais disponíveis na página da internet do município, e por via presencial, através das Assembleias Participativas.
As próximas assembleias participativas são:
- hoje, 16 de Julho, às 21h00, no JI das Travessas
- 17 de Julho, às 21h00, na EB1 do Parrinho
- 22 de Julho, às 21h00, EB1 do Parque
- 24 de Julho, 21h00, nos Paços da Cultura




Não deixe, por isso, de participar. A sua opinião, a sua ideia ou o seu projecto podem ajudar a melhorar a nossa cidade.


quinta-feira, 9 de janeiro de 2014

MUSICATOS 2014 - PAÇOS DA CULTURA

Musicatos 2014, com Oksana Kurtash, num recital de violino acompanhada ao piano por Natalia Riabova.
  



Nascida a 13 de Julho de 1991 na Ucrânia, Oksana Kurtash é uma jovem Sanjoanense que tem singrado desde muito cedo.

Começou os seus estudos musicais aos 6 anos de idade na escola de música Volodymyr Ivassyuk (Ucrânia). Desde então que participou em vários concursos a nível nacional tendo ganho vários prémios. Em 2005 concluiu o curso de violino dessa mesma escola com a mais alta classificação em violino, piano, formação musical e história da música. Nesse mesmo ano veio para Portugal continuando os seus estudos musicais na Academia de Música de São João da Madeira na classe de violino do professor Richard Tomes, e ainda para escola secundária Dr. Serafim Leite, escola onde concluiu o 12º ano em ensino articulado. Em 2006 e 2007 participou no concurso Santa Cecília (Porto) tendo ganho 2º prémio em ambos. Ainda em 2007 participou no concurso Paços Premium, tendo ganho 3º prémio.  No ano lectivo 2006/2007 foi solista da Orquestra de Câmara da Academia de Música de São João da Madeira.
                                          
Em Novembro de 2008 passou para Academia de Música de Paços de Brandão, continuando os seus estudos musicais na classe de violino do professor Augusto Trindade.
                                          
Em 2010 concluiu o 8º grau de violino e continuou os seus estudos de violino na Escola Superior de Artes Aplicadas do Instituto Politécnico de Castelo Branco na classe de violino dos professores Augusto Trindade e Alexandra Trindade. Em Novembro de 2012 foi selecionada para fazer parte da Orquestra Mundial. Em Junho de 2013 concluiu a licenciatura em performance de violino na mesma escola, e ingressou para o 1º ano de mestrado em ensino de música no mesmo local.
                                          
Durante o seu percurso realizou masterclasses com David Loyd, Augusto Trindade e Zofia Wóycicka. Para além disso trabalhou com maestros como Rui Massena, Josep Vincent, Pedro Carneiro,  Mauruccio Dini Diacci, Pedro Neves, Luís Carvalho, Rui Pinheiro, entre outros. Foi convidada para tocar em várias orquestras, entre elas a orquestra formada para a 2ª edição do Concerto de Natal da RTP1 dirigida pelo Rui Massena.

Em 2008 abraçou projecto Roxxy M, que continua até hoje. Tendo sido uma ideia do Paulo Moisés Soares, o projeto foi criado pela dupla Moisés/Oksana. Neste momento conta com atuações em Portugal, Suíça, Luxemburgo, Inglaterra, Holanda, França, Bélgica e Espanha.

Programa
 N. Paganini "Capricho nº9"
 M. Skoryk "Melodia"
C. Saint-Saens "Introdução e Rondo Capriccioso"

Intervalo

 C. Franck Sonata para violino e piano:
- "Allegretto bem moderatoo"
- "Allegro"
- "Recitativo-Fantasia"
- "Allegretto poco mosso"
 H. Wieniawski "Scherzo-Tarantelle"

 25 de Janeiro. 21h30
Oksana Kurtash, Violinista
M 12 anos
Duração: 60 m
Entrada Gratuita



sábado, 21 de dezembro de 2013

AVISO

AVISO


Informa-se que nos dias 24, 25 e 31 de Dezembro, bem como no dia 1 de Janeiro o Paços da Cultura encontra-se encerrado!

quinta-feira, 19 de dezembro de 2013

terça-feira, 19 de novembro de 2013

Musicatos # 30 de Novembro # 21h30




É com enorme prazer que o8a) convidamos, bem como a toda a sua família, para o Musicatos 2013, com Isolda Linegran Correia, num recital de violino acompanhada ao piano por Aida Sigharian Asl.






Programa

J.S. Bach: Sonata nº 2 em Lám, Grave e Allegro
H. Wieniawski: Romance do Concerto nº 2 em Rém
S. Prokofiev: Valsa Cinderela

Intervalo

J. Sibelius: Concerto em Rém, 1º and. Allegro moderato


M 12 anos
Duração: 60 m
Entrada Gratuita


sábado, 9 de novembro de 2013

Noiserv - "I was trying to sleep when everyone woke up"


NOISERV - CASA DA CRIATIVIDADE - 15 NOVEMBRO - 21H30

A CASA DA CRIATIVIDADE APRESENTA O NOVO ÁLBUM DE DAVID SANTOS, O SENHOR NOISERV, ORQUESTRA DE UM HOMEM (QUASE SEMPRE) SÓ. SINTOMATICAMENTE, O DISCO, "MAIS DENSO E COMPLEXO" DO QUE OS ANTERIORES, CHAMA-SE ALMOST VISIBLE ORCHESTRA.
Criado em meados de 2005 pelo músico David Santos, Noiserv tem vindo a afirmar-se como um dos mais criativos e estimulantes projectos musicais, de entre os surgidos em Portugal na última década. O seu percurso tem sido marcado pela criação de canções capazes de atingir cada indivíduo na sua intimidade, relembrando-lhe vivências, momentos e memórias intrincadas entre a realidade e o sonho.
Noiserv, a quem já chamaram "o homem-orquestra" ou "banda de um homem só", conta no seu currículo com o bem sucedido disco de estreia “One Hundred miles from thoughtlessness” [2008], o EP “A day in the day of the days” [2010], mais de 4 centenas de concertos por Portugal e resto do Mundo e ainda uma série colaborações em Teatro e Cinema.
Em Outubro de 2013 noiserv edita o seu novo disco de nome “Almost Visible Orchestra”. Este é o disco em que noiserv deixa o preto e branco e nos apresenta o seu mundo a cores. Um disco mais denso e complexo que os anteriores mas nunca perdendo a identidade pela qual se deu a conhecer há quase dez anos.

Noiserv
Casa da Criatividade
15 de Novembro – 21h30

Doidos por Chapéus - 16 de Novembro - 21h30 - Paços da Cultura (ENTRADA GRATUITA)

http://www.youtube.com/watch?v=O6b1tvv355U&feature=youtu.be

IV Jornadas de Museologia | Abertura de inscrições



Estão abertas as inscrições para as IV Jornadas de Museologia, este ano subordinadas ao tema "Os museus na era da economia criativa".

Organizadas pelo Museu da Chapelaria, estas jornadas decorrem nos próximos dias 21 e 22 de Novembro, sendo objetivo discutir o papel e contributo dos museus no contexto desta ainda emergente economia da criatividade e o papel da cultura enquanto catalisadora da criatividade e inovação no contexto local, regional e nacional.

O dia 21 de Novembro será dedicado ao painel "Cultura, Criatividade e Economia?" estando confirmadas as presenças de José Mendes, Vice-reitor para a Inovação da Universidade do Minho e autor do livro "As cidades incubadoras" e de Carlos Martins, Presidente da Direcção da ADDICT - Agência para o Desenvolvimento das Indústrias Criativas.
Este primeiro dia contará ainda com as reflexões de Humberto Rendeiro, Clara Vaz Pinto (Museu Nacional do Traje de Lisboa), de Isabel Victor e Maria Miguel Cardoso (Museus Municipais de Setúbal) e Suzana Menezes, (Museu da Chapelaria).
O dia encerra com um momento informal de networking e com a inauguração da exposição “Os criadores nacionais e os seus chapéus”, uma exposição que apresenta uma seleção dos melhores chapéus produzidos por designers portugueses.

O dia 22 de Novembro será fundamentalmente dedicado ao painel "Os museus, as suas coleções e a economia criativa", contando com a presença dos investigadores Rui Avelans Coelho, Sandra Correia, Marzia Bruno e Filipa Taborda mas também com a presença de Deolinda Carneiro (Museu Municipal da Povoa de Varzim), Manuel Graça (museus nacionais de Guimarães) e Suzanne Cotter (Museu de Serralves, Porto).

Os momentos de debate, troca de experiências e reflexões serão muitos e valerá a pena participar nesta grande discussão.

Contamos com a sua presença, com as suas ideias, com os seus questionamentos e com as suas reflexões.

Para mais informações contacte o Museu da Chapelaria (secretariado Joana Galhano | Rui Maia).


IV JORNADAS DE MUSEOLOGIA
OS MUSEUS NA ERA DA ECONOMIA CRIATIVA

21 e 22 de novembro de 2013 | Auditório do Museu da Chapelaria

Assumindo-se cada vez mais como um fórum de reflexão em torno de questões específicas da museologia e do enquadramento desta disciplina e da própria instituição museu, no quadro social, cultural, económico e criativo das sociedades, estas IV Jornadas serão subordinadas ao tema “Os Museus e a economia criativa”.
É seu objectivo reflectir em torno do lugar dos museus na nova economia criativa e do papel da cultura enquanto catalisadora da criatividade e inovação no contexto local, regional e nacional.


PROGRAMA

21 de Novembro
09h30 | Recepção aos conferencistas e participantes

10h30 | Sessão de abertura
 Presidente da Câmara Municipal de S. João da Madeira

Painel I – Cultura, Criatividade e Economia?
11h00 | Cidade incubadora, José Mendes, Vice-reitor para a Inovação, Universidade do Minho
11h30 | Cultura e Criatividade como pré-requisitos de Inovação, Carlos Martins, Presidente da Direcção da ADDICT
12h00 | Debate

13h00 | ALMOÇO LIVRE

Painel II – Os Museus na Economia Criativa
15h00 | Museus: o colapso do “Estado-Providência” e a emergência da filantropia estratégica, Humberto Rendeiro
15h30 | Da economia criativa à responsabilidade social. A experiência do Museu Nacional do Traje, Clara Vaz Pinto, Museu Nacional do Traje, Lisboa

16h00 | PAUSA

16h30 | Museus e Economia Criativa, Isabel Victor e Maria Miguel Cardoso, Museus Municipais de Setúbal, Setúbal
17h00 | Cultura, criatividade e inovação no contexto do desenvolvimento dos territórios, Suzana Menezes, Divisão de Cultura e Turismo, S. João da Madeira
17h30 | Debate
18h00 | Inauguração da exposição temporária “Os criadores nacionais e os seus chapéus” e porto de honra

22 de Novembro
Painel III – Os museus, as suas coleções e a economia criativa
09h00 | Recepção aos conferencistas e participantes
09h30 | Empreendedorismo Cultural: o Arquivo visto sob o objectivo de incubadora cultural / criativa, Sandra Correia
10h00 | Curadoria, um conceito de partilha, Marzia Bruno, Faculdade de Letras da Universidade do Porto
10h30 | Museus como ícones transformadores do espaço urbano em Belém, Filipa Taborda

11h00 | PAUSA

11h30 | A "Camisola Poveira", uma Marca da Póvoa de Varzim, Deolinda Carneiro, Museu Municipal da Povoa de Varzim, Póvoa de Varzim
12h00 | Criando e contribuindo. Os museus de Guimarães numa Capital de Cultura, Manuel Azevedo Graça, Museu de Alberto Sampaio, Paço dos Duques de Bragança (e Castelo de Guimarães) e Museu de Etnologia do Porto
12h30 | Debate

13h00 | ALMOÇO LIVRE

15h00 | Projecto de narrativas multi-lineares geo-referenciadas. Produção de um documentário ficcionado interactivo em edifícios históricos, Rui Avelans Coelho
15h30 | Suzanne Cotter, Museu de Serralves, Porto

16h00 | Debate e encerramento

17h00 | Visita ao Núcleo de Arte da Oliva e à exposição “Traço Descontínuo: coleção Norlinda e José Lima – Uma Seleção”, comissariada por Miguel Amado


Secretariado das IV Jornadas de Museologia da Chapelaria

Joana Galhano | Rui Maia

Museu da Chapelaria
Rua Oliveira Júnior, nº 501
3700 S. João da Madeira

Telefone: +351 256 201 680